denefono

Archive for PM|Yearly archive page

XXI ENEFON – mudança de local

In ENEFON on 30/06/2010 at 22:53

COMUNICADO OFICIAL

São Paulo, 30 de junho de 2010.

Prezados,

O XXI ENEFON mudou de local. Não será mais em São Paulo-SP, agora ele acontecerá na cidade de Salvador-BA. A DENEFONO e a Comissão Local esclarecem os motivos pelos quais houve essa mudança.


No ENEFON de 2009 foi decidido que a sede do encontro de 2010 seria São Paulo. A princípio, mais de uma universidade de São Paulo apoiaria a organização do evento, visto o envolvimento das pessoas na escolha do local. Apesar de todas as dificuldades já sabidas de serem encontradas em São Paulo, considerou-se, como decisão coletiva, viável a possibilidade de realização do encontro devido ao apoio de um grande número de pessoas para formar a Comissão Local.

Como algumas pessoas desconhecem, estamos organizados desde outubro de 2009 na organização do Encontro, quando foi formada a Comissão Local no CONEFON. Nesse momento, o número de participantes já estava mais reduzido do que se esperava, com a participação apenas da UNIFESP e da UNICAMP. Buscamos apoio de pessoas de outras universidades de São Paulo, que pudessem participar ativamente da organização do evento, porém não conseguimos esse apoio. Portanto, para o deslocamento físico de pessoas na procura de infra-estrutura para sediar o encontro, só ficamos com pessoas da UNIFESP. Não bastasse o número inicial já reduzido de pessoas, muitas delas foram se desligando da Comissão Local por motivos diversos.

Realizamos reuniões virtuais e presenciais periodicamente, porém elas eram sempre esvaziadas, dificultando o encaminhamento das decisões. Pautamos o ENEFON nas reuniões ordinárias semanais do Centro Acadêmico da UNIFESP e da UNICAMP, nas reuniões da DENEFONO e nas reuniões da Comissão Local, realizadas tanto virtual quanto pessoalmente. Durante essas discussões, fizemos o projeto e o orçamento do Evento e enviamos para diversas empresas e Entidades para conseguir subsídio financeiro; elaboramos toda a grade da programação; entramos em contato com diversos locais e órgãos, como escolas públicas, Secretaria de Educação, Diretoria Regional de Ensino, faculdades, universidades, para conseguir espaço que pudesse sediar o Evento.

Em relação ao patrocínio, tivemos um orçamento caríssimo devido ao alto custo de vida da cidade de São Paulo, mas mesmo assim solicitamos auxílio de diversas empresas. Conseguimos apenas auxílio em produtos, como livros e revistas.

Em relação à infra-estrutura, encontramos muita dificuldade em obter apoio da Reitoria da UNIFESP ao encontro, por motivos diversos, dentre eles a resistência a qualquer tipo de apoio a eventos relacionados ao Movimento Estudantil. Recorremos também à FATEC, a escolas públicas, solicitamos auxílio das Diretorias Regionais de Ensino e da Secretaria de Educação, sempre com respostas negativas. Buscamos auxílio para alojamento na USP, e sem ninguém de lá na Comissão Local, ficou inviável a possibilidade de um alojamento neste local. Os contatos realizados com a USP tinham o intuito de que o alojamento fosse centralizado no espaço Poliesportivo da Universidade (único local viável estruturado com vestiários e banheiros) e que o local para discussões fosse no prédio da Pedagogia. No entanto, após contatos com estudantes da USP (educação física, veterinária, pedagogia e fonoaudiologia), verificamos que a aceitação da Reitoria para apoiar Eventos desta natureza tem sido ínfima atualmente, além do fato de o espaço Poliesportivo da USP já estar reservado para outro evento dos estudantes.

Apesar da resistência encontrada na UNIFESP, da estrutura física inadequada de banheiros e vestiário e da ausência de subsídio para segurança e limpeza, ainda continuamos insistindo na possibilidade de a UNIFESP sediar o encontro. Essas respostas eram nossa única alternativa restante, e caso as respostas fossem negativas, estávamos discutindo até mesmo o adiamento do evento. Em conversas com o assessor do Reitor, para quem já havíamos entregado o projeto do Encontro, fomos informados de que um dos locais que havíamos sugerido para alojamento não estaria disponível devido a reformas que perdurarão até julho, além disso, de acordo com o assessor, a probabilidade de que a Universidade fornecesse patrocínio de alguma natureza ao Encontro era mínima. Os vestiários disponíveis (chuveiros e banheiros adequados) estão concentrados na Atlética, onde a possibilidade de boicote ao encontro seria grande, devido a um tradicional histórico negativo na UNIFESP. Como as respostas foram negativas, ainda fizemos uma última tentativa com a Reitoria da UNICAMP, que também foi negada.
Todas essas respostas demoraram muito a sair, apesar de nossa insistência. A burocracia em São Paulo é muito maior do que em outras localidades, e certas coisas estão fora do nosso alcance.

Devido a todos os motivos expostos acima, tivemos o cuidado de não fazer a divulgação do XXI ENEFON e não abrir inscrições, até as definições de local e patrocínio. A data prevista a ser realizado o encontro, seria de 17 a 22 de julho, mas a data oficial não foi definida e nem divulgada pela Comissão Organizadora devido a todas as pendências mencionadas acima. Não podíamos divulgar um evento oficial sem sede definida e sem verbas para requisitos essenciais, como segurança. Adiamos ao máximo a decisão da transferência de local, mas optamos coletivamente pela transferência do Encontro, no lugar do seu cancelamento, pensando na importância que ele tem para o Movimento Estudantil de Fonoaudiologia. Por isso a notícia da transferência do local não foi divulgada antes, visto que ainda havia uma possibilidade de sede em São Paulo.

Afirmamos nosso comprometimento com a organização do Encontro durante todos esses meses de organização, e nos mantivemos firmes, mesmo com um número ínfimo de membros participantes dessa construção.Infelizmente, encontramos inúmeras barreiras que impossibilitaram a realização do XXI ENEFON em São Paulo, agravadas pela burocracia que tivemos que enfrentar, e que estão fora do nosso alcance de resolução. Certamente, não gostaríamos que o Encontro tivesse que ser reestruturado às pressas, porém estamos esclarecendo que fizemos as tentativas que estavam ao nosso alcance, não apenas em nome das entidades (DENEFONO e Centros Acadêmicos), mas também com empenho pessoal, em um número progressivamente reduzido de pessoas.

Contamos com sua compreensão e estamos à disposição para maiores esclarecimentos.

Atenciosamente,
DENEFONO e Comissão Local do XXI ENEFON

https://denefono.wordpress.com/

denefono09@yahoogrupos.com.br

http://enefon.webnode.com.br/

enefon2010@yahoogrupos.com.br

Anúncios